Que seja você meu fiel discordante

Vou querer pensar diferente, olhar diferente, de diferentes pontos. Vou querer ver a sua ideia diferindo da minha, a minha chaleira sendo abajur pra você. Vou querer ouvir o seu mundo, entender seus estudos, admirar sua visão. Vou escolher não ter opinião nenhuma sobre você, sobre seus caminhos, sobre sua vida.. Vou querer apenas ver…

Pedaço

Poderia ser uma linda canção Foto de capa de um disco, o mais vendido Um porta-retrato envelhecido Foto no álbum guardado de casa Ou pendurado à mostra na parede onde se ostenta a alegria de ser, digo, serem, família é plural. Poderia revelar um céu estrelado Encenar uma vista ensolarada Mostrar a brisa, os pássaros…

Noturna

Não há nada de novo na noite / Venha cá não há nada a temer / Pode ser que o silêncio te escute / E no escuro você possa ver. É só relaxar / É só se entregar / Não se preocupar / É bom pra pensar em nada / Em nada / Deixar pra…

Sente-se tudo por dentro.

Não o matei. E disso tenho pena. Porque esse assassinato me faria sentir inteira. Por agora, prossigo metade, meio culpada, meio desculpada. (…) Me ajude numa mentira que me dê autoria da culpa. Uma inteira culpa, uma inteira razão de ser condenada. Por maior que seja a pena, não haverá castigo maior que a vida…

Não há nada de novo na noite

A minha alma quando cansa quer cantar / a minha alma quando cansa quer dançar / a minha alma é tão livre que quando cansa quer voar. Não sei quando foi que esqueci que era assim / talvez queira sempre me perder pra encontrar isso em mim / dançar e rodar e amar… Não há…

Ressaca

Texto de Carolina Candeia Às vezes acordo com este gosto amargo na boca, como se estivesse de ressaca, com vontade de beber mais. Só uma dose, repito para mim mesma. E quem sabe o fel transforme-se em mel. Pode ser que o vazio me preencha ou a saliva me mate a sede. Talvez o atrito…

Viva

De novo? Depois de tanta luta e persistência, mais luta e persistência? A matéria aqui é perecível e viva, sabia disso? Morre a cada dia e apodrece enquanto isso.. mas por hora, ainda sente, ainda faz sinapses e ainda grita porque ainda há vida, ainda há vida.. ainda há.

Da borboleta renasce a menina

A menina estava sentada em uma cadeira confortável. Naquele momento, somente a cadeira era confortável. Na mão esquerda trazia um machado e no pensamento uma forma de usá-lo em si mesma.  As lágrimas que desciam pelo rosto não a deixaram perceber que por trás de sua cadeira aguém abrira a janela e lhe jogara uma…

Sonhos da alma 

Um querer que vem de dentro da própria alma. Até quando as atitudes não faziam sentido, pois não batiam com o desejo das entranhas, ainda assim, já se sabia que era um desejo que perpassava a própria vontade. Uma vez, quis dispir-se do mundo e querer um algo a mais, esquecendo-se dos gritos de sua…

De que serve olhar para trás?

De que adiantaria olhar para trás? Fiquei pensando.  De repente na vida os olhos perdem a direção, não sabem mais o que procurar, nem onde procurar. Não sabem nada. Há um sensação de perda iminente e irreversível que só pode vir do que já se foi. Ninguém perde o que ainda não possui.  É o…

Começaria tudo outra vez

Não sei bem o que devo escrever. É, a palavra é bem essa, dever. Não estamos na ditadura, mas ainda assim penso que nem tudo deva ser escrito… Há verdades que mais convém permanecerem caladas, fora do papel.  Além do mais, são tantas verdades que tenho em mim que eu não saberia escrever sobre elas…

Cada coisa em seu lugar

Tudo que existe, existe POR uma razão, PARA uma finalidade. Sem o seu fim último, sem saber onde se deve chegar, não há sentido, se perde o elo mais profundo que liga cada coisa àquilo que a faz ser ela mesma. A vida muita das vezes embaraça, faz traçados fortes em um papel que quase…